Bom fim-de-semana!

Façam o favor de se comportarem! 😀 😛

Anúncios

Prémios Arco-Íris 2008

Recebi o email abaixo transcrito por parte do Caleidoscópio LGBT:

Olá!

Já estão disponíveis os banners para divulgação da entrega dos Prémios
Arco-Íris 2008. Ajuda-nos a divulgar!

http://www.ilga-portugal.pt/premioarcoiris/

A Associação ILGA Portugal – Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e
Transgénero atribui anualmente o Prémio Arco-Íris como forma de
reconhecimento e incentivo a pessoas e/ou instituições que contribuíram de
forma significativa para a luta contra a discriminação com base na
orientação sexual e na identidade de género.
Os Prémios Arco-Íris 2008 serão atribuídos à Revista Com’OUT, a Fernanda
Câncio, ao Rádio Clube Português e a Solange F.

Juntem-se a nós e venham conhecer @s premiad@s na cerimónia de entrega
pública dos Prémios, no dia 8 de Novembro (Sábado), pelas 18h, no Centro
LGBT (Rua de São Lázaro 88, ao Martim Moniz).

Banners disponíveis @:
http://www.ilga-portugal.pt/

http://www.ilga-portugal.pt/pai08.swf

http://www.ilga-portugal.pt/arcoiris.swf

Associação ILGA PORTUGAL
Email: ilga-portugal@ilga.org
http://www.ilga-portugal.pt/

——
Caleidoscópio LGBT

E-mail – geral@caleidoscopiolgbt.org
Fórum – http://forum.caleidoscopiolgbt.org

Site Oficial – http://www.caleidoscopiolgbt.org

Novo BROKEBACK MOUNTAIN é lançado nos EUA

Uma história real contada no cinema

Uma história de amor gay. A paixão entre dois homens está de volta ao cinema com o nome de Milk. É a trajectória do político Harvey Milk, o primeiro abertamente gay a ser eleito em São Francisco dos anos 70.

Com menos publicidade que o seu irmão Brokeback Mountain, da mesma produtora Focus, Milk tem o actor Sean Penn como o centro das atenções. Ele vive o politico. Vive também todo amor homossexual por outro homem com direito a beijos ardentes na boca.

Das montanhas, o romance gay veio para a selva de pedra. Em vez de cowboys, temos uma pessoa pública e outra anónima. A diferença está na equipe. Milk foi feito por cineastas gays.

O filme  passa-se nos anos 70, mas tem uma intensa relação com os dias de hoje. O político Harvey Milk lutava na época contra a Proposta 6, que veta os direitos dos gays. Hoje, na mesma Califórnia, a luta é contra a Proposta 8, que proíbe o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Polémica o filme deve render, característica marcante na carreira do diretor Gus Van Sant (Garotos de Programa, Psicose, Génio Indomável). O filme deve atrair o público gay, mas a Focus quer ver no cinema o que se viu em Brokeback Mountain: todas as tribos diante de um romance homossexual.

De uma coisa já se tem certeza. O político Harvey Milk é querido até hoje não só por ser gay. Até o governador Arnold Schwarzenegger decidiu criar um dia em homenagem ao actor. Nos Estados Unidos, o sucesso do filme deve ir além da orientação sexual do seu personagem principal.

In Toda Forma de Amor

Sósia?

A atriz Hilary Swank esteve na terça-feira  passada no programa de Ellen DeGeneres para falar sobre uma campanha contra o câncer de mama da qual participa e aproveitou para brincar com a apresentadora.

Com o mesmo corte de cabelo e roupas parecidas com as de DeGeneres, a actriz interagiu com a plateia, que se divertiu com a primorosa imitação. “O que te inspirou em me imitar?”, perguntou Ellen. ”Você. Você me inspirou a ser você”, disse a actriz. “Talvez me devesse me imitar num filme, seria uma honra”, completou a apresentadora.

Hilary Swank conquistou o público em 1999 com o filme “Meninos Não Choram”, que mostra um caso real de um transexual masculino e sua busca para conseguir se afirmar e ser identificado como homem e os sofrimentos que passou em sua trajetória de vida. Por esse papel, Swank ganhou o Oscar de Melhor Atriz – em 2005, a atriz obteve sua segunda estatueta dourada por “Menina de Ouro”.

In Dykerama

Horóscopo Sexual

Mulher Capricórnio – Ela não precisa de muito para se aquecer. Com um pouco de brincadeira, ela já está pronta para a acção. Não gosta muito de variação, mas faz de tudo para estar no poder. Já que gosta de dominar, também gosta de ficar por cima, imprimir seu ritmo e se satisfazer. Sexo com ela é selvagem e barulhento. Na cama, se dá bem com mulheres de: Touro, Escorpião e Peixes.

Mulher Aquário – A aquariana idealiza o amor e enxerga o sexo com doçura. Mas, assim que se envolve com alguém, tudo pode acontecer. Imaginativa, ela gosta de tentar coisas novas. Não tem nada em nenhum manual que ela não tope. É uma mulher que acredita que para aumentar o prazer da sua parceira, tudo vale a pena. Na cama, se dá bem com mulheres de: Áries, Gêmeos, Libra, Sagitário e Aquário.

Mulher Peixes – A pisciana sabe fazer e dizer as coisas certas e também criar o ambiente perfeito. Ela é bem liberal e gosta de experimentar tudo o que puder. Faz de tudo para realizar as fantasias sexuais dela e da sua parceira. Se as vontades das duas coincidirem, pode ter certeza que o quarto vai pegar fogo. Chame o bombeiro. Na cama, se dá bem com mulheres de: Câncer, Escorpião, Capricórnio e Peixes.

Mulher Carneiro – A mulher de Áries é sensual, apaixonada e aventureira. Ela gosta de fazer sexo a qualquer hora, em qualquer lugar. Gosta de estar no controle da situação, mas também sente necessidade de sentir-se amada. É uma parceira ardente, sentimental, muito leal e carinhosa. A ariana sabe bem o que quer: sexo frequente e intenso. Na cama, se dá bem com mulheres de: Touro, Áries e Leão.

Mulher Touro – A taurina espera que a parceira seja gentil, paciente e faça tudo como manda o figurino. Gosta de ser “saciada” na cama, mas não gosta muito de coisas ousadas. De qualquer jeito, é uma amante dedicada que consegue deixar sempre a sua parceira sem fôlego. Gosta muito de usar a boca para beijar, morder ou…Na cama, se dá bem com mulheres de: Câncer, Sagitário, Escorpião e Leão.

Mulher Gémeos – A geminiana não segue nenhuma regra e nunca se sente envergonhada. Sozinha, vale por várias, e quer aproveitar cada momento. Mas ela não gosta de sexo só por sexo. Para dar o melhor de si, precisa de amor. Seu sonho é conseguir juntar em uma só pessoa tudo que espera nos campos físico, espiritual, romântico e prático. Gosta muito de conversar depois do sexo. Foi bom para você?. Na cama, se dá bem com mulheres de: Leão, Escorpião, Aquário, Libra e Áries.

Mulher Caranguejo – Ela nunca dá o primeiro passo, mas quando conquistada, se transforma numa mulher de uma sensualidade extrema. Sexo é algo muito importante na vida dela e, por isso, a canceriana realmente se entrega a ela de corpo e alma. Quando envolvida no romantismo, coloca tanta paixão no relacionamento que estimula a parceira a dar o melhor de si. Na cama, se dá bem com mulheres de: Touro, Leão, Virgem, Escorpião e Peixes.

Mulher Leão – Insinuante, sedutora, lasciva, a leonina consegue tudo que quer. Ela é uma mulher voraz e intensa que adora deixar a sua marquinha nas suas parceiras. Gosta de estar sempre por cima da situação para admirar o corpo de sua presa. Adora usar lingeries ousadas. Na cama, se dá bem com pessoas de: Áries, Libra, Escorpião e Sagitário.

Mulher Virgem – A virginiana não é deslumbrada com o sexo e odeia pessoas que dêem muita importância ou só falem disso. Ela gosta de mulheres que não forcem a barra e saibam esperar o momento certo para fazer. Mas, quando finalmente vai para a cama, faz de tudo para agradar a sua parceira. Modesta e graciosa, enfeitiça qualquer mulher. Na cama, se dá bem com mulheres de: Gêmeos, Câncer e Aquário.

Mulher Balança – Gosta de montar um palco na hora de fazer sexo. Arruma o ambiente para criar um clima e se arruma toda para agradar a outra. Considera a sedução uma arte e se dedica a ela com furor. Exibicionista, gosta de ser admirada. Quem souber agradá-la e elogiá-la, conseguirá tudo que quiser na cama. Na cama, se dá bem com mulheres de: Áries, Gêmeos, Leão, Escorpião, Sagitário e Aquário.

Mulher Escorpião – Curiosa, a escorpiana gosta de experimentar. Sabe que a arte erótica vai além do acto sexual e gosta da brincadeira de seduzir. Ela não aceita não como resposta e, quando se interessa por alguém, faz de tudo para conquistar. Aparentemente, é uma moça recatada. Porém, entre quatro paredes mostra que não é nada santinha. Ela se transforma. Na cama, se dá bem com mulheres de: Gêmeos, Câncer, Escorpião e Peixes.

Mulher Sagitário – A sagitariana gosta de sexo, mas não gosta de preliminares muito demorados. Para ela, o ideal é ir logo ao que interessa. Gosta de provocar a parceira até fazê-la perder a cabeça. Não se importa se a mulher for muito rápido, pois também não é de enrolar. Liberdade é a sua palavra preferida e, por isso, gosta de sexo ao ar livre, em contacto com a natureza. Na cama, se dá bem com mulheres de: Leão, Libra e Aquário.

In Planeta Lés

I Can’t Think Straight

Vai estrear em Novembro nos EUA o filme “ I Can’t Think Straight ” . Da directora Shamim Sharif, com Lisa Ray e Sheetal Sheth.

Tala (Lisa Ray), uma Jordana de origem Palestina que mora em Londres   prepara-se para o casamento com o noivo Jordano.

Quando ela conhece Leyla (Sheetal Sheth), uma jovem Indiana que também mora em Londres e é namorada do seu melhor amigo, Ali. A  vida  de Tala dá uma volta.

A animada cristã Tala e a tímida muçulmana Leyla não poderiam ter mais diferenças entre elas, mas a atracão é imediata. Tala faz com que Leyla se descubra e logo as duas revelam os sentimentos uma pela outra.

Mas Tala não está preparada para aceitar as complicações da escolha do seu coração e vai para a Jordânia, onde a mãe está a terminar os preparativos do seu casamento. Com os familiares a chegar e o dia do casamento a aproximar-se, as tensões familiares a ferver ao ponto de estourar, Tala vê-se pressionada a ser verdadeira com ela mesma.

Nesse meio tempo, Leyla com seu coração partido saboreia a sua nova “identidade” e respeito próprio e segue com sua nova vida.

Solteira novamente, Tala volta para Londres para tentar reconquistar a confiança de Leyla, o que não será nada fácil.

In Parada Lésbica


Pedido de colaboração

No domingo passado recebi o email que transcrevo em baixo. Quem estiver interessad@, é favor de contactar as pessoas que necessitam de colaboração.

Olá!

Sou aluna da Escola Secundária de Montemor-o-Velho (perto de Coimbra), e faço parte do grupo “Listerine” da disciplina de Área de Projecto. O nosso tema de trabalho para este ano lectivo é “Homossexualidade e outros dramas” e pretendemos abordar a reacção da sociedade à homossexualidade, e vice-versa! Não queremos fazer um trabalho que esteja apenas baseado nas sondagens e na opinião pública heterossexual (e, em muitos e maus casos, homofóbica), mas queremos sim abrir os horizontes da comunidade escolar, mostrando-lhe realidades diferentes das suas, mas que não podem ser excluídas apenas porque não são maioritárias.
Esta é a parte em que precisamos de ajuda! E, portanto, onde precisamos de participações que não as nossas! O objectivo final para a apresentação do trabalho é a realização de uma espécie de filme (entrevistas, reportagens, …) e uma exposição oral das nossas conclusões e do desenrolar do projecto.

Depois de tanto blá blá blá, queriamos perguntar se haveria disponibilidade da vossa parte para se deslocarem à nossa linda terrinha (a viagem seria, no limite das nossas possibilidades, custeada por nós) e participarem numa entrevista filmada, que seria depois apresentada.
As ideias que vos exponho podem parecer ainda um pouco “no ar”, mas caso aceitem este convite explicaremos todos os pormenores do trabalho, e enviaremos as perguntas da entrevista (assim que as tivermos feitas!)

Atenciosamente,
Mariana Pardal » http://odeioervilhas.blogspot.com

(“Listerine” : Ana Lopes, Ana Farias, Filipe Rodrigo, Mariana Pardal, Paulo Marta)

P.s. Já andei aí nesse mundo dos blogs a cuscar, e já meti conversa com algumas pessoas… de caminho, a “tagareladora” postou uma coisinha sobre este nosso trabalho! http://conversasdacoizinha.blogspot.com

Mariana Pardal


“It’s not always easy
And sometimes life
Can be deceiving
But I tell you one thing
It’s always better
When we’re together!”

Igreja Católica londrina vai homenagear santos gays

Representação de

São Sérgio e São Baco

Gays católicos de Londres vão ter um motivo especial para celebrar o 1º de Novembro, quando  se comemora o Dia de Todos os Santos. É que a paróquia do bairro do Soho, conhecido pela forte presença de homossexuais, realizará uma missa em homenagem “aos santos da Igreja Católica que têm lugar especial na história LGBT”.

Entre eles estão São Sérgio e São Baco (soldados romanos tidos como amantes) e as Santas Felicitas e Perpétua (criada e patroa martirizadas que também viveriam uma relação homo).

Além dos canonizados, a paróquia do Soho também pretende oferecer suas orações aos chamados “santos desconhecidos”, que morreram com Sida e cujos nomes estão registados no Livro Católico de Memória de Aids.