Marlee Matlin no After Ellen diz…

“Jennifer Beals is an awesome kisser.”


e…

“Jennifer Beals is hot. Simple as that. I had no qualms about kissing her. One, because we were friends and had been for 20 years, so I knew there wouldn’t be any judgments based on her not knowing who I was. Second, because we were familiar with each other. And in acting it’s so much easier to work with what you know than what you don’t know.”

Se a Marlee diz, quem sou eu para discordar. 😉

It’s Hard To Be a Lesbian in Hollywood

fast-and-furious-4-michelle-rodriguez1

Michelle Rodriguez, uma das protagonistas do filme Fast and Furious, falou que em Hollywwod, é mais fácil assumir a bissexualidade do que ser gay ou lésbica.

“You can be bi but not gay. Well, you can be gay and funny, like Ellen [DeGeneres] and Rosie [O’Donnell]. It’s really hard to be straight-up gay and serious. We’re still not over that.”

Entrevista aqui.

Clementine Ford Acaba com a Polémica

A capa da edição de março da revista britânica DIVA anunciava em letras garrafais: “Clementine Ford sai do armário”. O Dykerama, alegre e faceiro, anunciou o facto com muito gosto, já que, quando uma celebridade se assume, é mais um passo na tentativa de sensibilizar as pessoas de que os homossexuais nada mais são do que pessoas normais.ford

Queixos caíram na redação do site quando, numa entrevista para o TV Guide, a actriz se mostrou indignada com a capa da DIVA e disse que não tinha saído do armário coisíssima nenhuma! Embora ela não tenha dito nem que sim, nem que não, ficou no ar um certo arrependimento da actriz que disse acreditar terem manipulado as suas respostas para venderem mais revistas.

Eis que numa nova entrevista, desta vez para o site Advocate, a actriz confessa com todas as letras: “Sim, eu sou gay.” Primeiro ela abriu uma frincha da porta do armário, não gostou muito e resolveu entrar de novo, depois chutou a porta com tudo e saiu de vez!

Na nova entrevista, a actriz contou que os comentários dos leitores do site TV Guide a deixaram muito chateada. Pareceu que ela tinha voltado para dentro do armário e as pessoas estavam a odiar por isso. E como ninguém quer ser odiado, muito menos uma celebridade, Clementine Ford garante: “Eu sou gay. Eu só queria que não houvesse muito ênfase nesse facto.”

Via Dykerama